Oasys Cultural
Pesquisa sem resultado

Escritores para feiras de livros

Carlos Eugênio Paz

Participou intensamente da luta armada no Brasil entre 1966 e 1973. Aos 17 anos vinculou-se à Ação Libertadora Nacional (ALN) e logo se tornou um de seus dirigentes. Foi obrigado a se exilar na França e lá viveu até 1981, trabalhando como músico de jazz. Escreveu dois livros sobre o período: Nas trilhas da ALN (Bertrand Brasil) e Viagem à luta armada (nova edição pela BestBolso, 2008). Seu depoimento está registrado no documentário Cidadão Boilesen, elogiado pela crítica e vencedor do Festival Internacional de Documentários É Tudo Verdade – 2009. Segundo Franklin Martins, que participou do sequestro do embaixador norte-americano Charles B. Elbrick e foi ministro da Comunicação Social do Governo Lula, Viagem à luta armada é “uma tensão constante, da primeira à última linha”.   Na palestra Viagem à luta armada, Carlos Eugênio conta as suas aventuras e o aprendizado de uma vida dedicada à busca da liberdade.

ESCRITORES