Oasys Cultural
Pesquisa sem resultado

BLOG

1 2 3 4 5
Autoras da Oasys Cultural na Festa Literária de Paquetá

16 de agosto de 2017

O escritor nômade

Prosador, cronista, poeta, escritor infantil, Aguinaldo Tadeu não se apega a gêneros literários. Nômade na literatura e na vida, nasceu em Belo Horizonte e morou em Conselheiro Lafaiete, Congonhas, São Luiz do Maranhão e atualmente Brasília. O autor está confirmado na 11° FELIT – Festival de Literatura de São João del-Rei e Tiradentes, entre 20 e 23 de setembro, onde vai lançar o livro infantil A voz dourada das cidades, ambientado em São João del-Rei.

 

Nascido em Minas Gerais, você morou em várias cidades do Brasil até chegar a Brasília, onde vive desde 2009. Essa sucessão de mudanças ajudou ou atrapalhou o seu fazer literário?

 

Ajudou muito. O escritor escreve sobre o mundo a sua volta. As pessoas são nossas matérias-primas. Quanto mais gente conhecemos com características diferentes, mais inspiração temos para a criação de nossos personagens.

 

Você trabalhou em teatro enquanto morava em Congonhas (MG). Como foi essa experiência e o que ela acrescentou a você como pessoa e como escritor?

 

O teatro é uma experiência muito rica em todos os sentidos, principalmente, por nos permitir exercer a observação, a sensibilidade e a criatividade na construção dos personagens.

 

A voz dourada das cidades é seu livro mais recente, um infantil. Por que quis escrever literatura infantil juvenil?

 

Gosto muito de crianças e tenho uma filha de quatro anos. Quis escrever algo que pudesse falar aos ouvidos sensíveis de minha filha e das outras crianças. Além disso, gosto do desafio de fazer algo novo e diferente. E escrever para crianças traz todo um desafio na forma e na linguagem.

 

Seu novo livro de contos, 32 cartas, sairá pela 7Letras em outubro. Existe uma linha narrativa? Caso sim, qual é ela?

 

Não existe uma linha narrativa. O livro traz personagens e situações do cotidiano. Sou muito observador e sensível ao mundo à minha volta e estou sempre atento a toda essa riqueza de personagens e situações. Tento retratar tudo isso no meu novo livro.

 

Prosador, poeta, escritor infantil. Com qual dessas vozes você mais se identifica? Por quê?

 

Nossa! Essa pergunta é difícil! Gosto de todos e não sei escolher um deles. Dependendo do momento e da situação, cada um dos estilos me desafia e me encanta de forma diferente.

 

Aguinaldo Tadeu publica contos e poemas no blog http://aguinaldotadeu.blogspot.com.br/

 

- Valéria Martins

2017